Instituição é a primeira das bem conceituadas escolas de negócios da América Latina a anunciar que seus programas serão realizados nas modalidades ao vivo e online como projeto educacional. Pandemia acelerou meta em cinco anos.

São Paulo, 17 de agosto de 2020 – Com o objetivo de acelerar o processo de inovação, a Trevisan Escola de Negócios acaba de anunciar a adoção do modelo de Educação Digital em 100% de todos os seus programas: graduação, pós-graduação e MBA, cursos internacionais, de educação executiva e customizados para empresas. A escola, primeira no país a ter origem em uma consultoria, encerra a operação de seu campus, na zona sul de São Paulo, e passa a investir ainda mais em tecnologia de aprendizado, contrata mais professores e adquire novos recursos de aprendizados.

“A decisão tem sua raiz, primeiramente, na boa aceitação dos alunos, tivemos o aumento da procura por nossos cursos durante a pandemia, chegaram estudantes de todo o país, não só nas praças onde atuamos há mais tempo. Antecipamos nossa meta de avanço no digital em pelo menos cinco anos. Agora somos globais e podemos ter alunos em qualquer parte do mundo”, afirma VanDyck Silveira, CEO da Trevisan Escola de Negócios.”  Hoje, os mais de 10 mil alunos dos cursos digitais, têm recebido muito bem a mudança. O investimento em transformação digital já vem ocorrendo há dois anos na Trevisan, com o lançamento da graduação online e diversos cursos, como a graduação em Administração com ênfase em Data Science.

A jornada de transformação digital da Trevisan envolve a aplicação de investimentos de várias naturezas, indica o CEO. A Trevisan está, agora, com edital aberto para a contratação de professores, com o propósito de atrair profissionais de todo o Brasil e outros países. Também tem o propósito de ampliar o perfil de diversidade étnica na escola. “Estamos investindo R$ 5 milhões na aquisição de novas plataformas, acabamos de fechar contrato com a Degreed, maior empresa digital em termos de plataforma colaborativa. Utilizada por grandes gigantes como o Google, a Degreed tem na Trevisan a primeira escola de negócios do mundo a usá-la. É um avanço e tanto para nos apoiar com recursos, pois ela segue a premissa de que educação vai muito além da faculdade, mas o aprimoramento de competências ao longo de uma vida”, afirma Silveira. “Os tempos atuais atestaram, como nunca, que não precisamos estar em locais físicos para aprender e que podemos construir uma jornada de aprendizado para toda uma vida, utilizando o máximo a ajuda da tecnologia”.

Recursos de aprendizagem

A trajetória para a transformação digital foi avaliada passo a passo. “Quando começou a pandemia, nossos alunos não ficaram um só segundo sem aula, fizemos a migração dos cursos em um final de semana e já tínhamos experiências com vários programas que ocorriam integralmente ou parcialmente online”, afirma Renata Bianchi, diretora Acadêmica e de Regulação da Trevisan. Ainda assim, para tomar a decisão de migrar para o digital de forma plena, a escola fez pesquisa de satisfação com alunos (NPS) e, como fator de responsabilidade social, abriu gratuitamente cinco disciplinas de cursos gratuitos que passaram a contar como créditos no MBA. Milhares de pessoas já passaram pelos programas e muitas migraram para os cursos regulares.

“A base de uma escola é a sua equipe acadêmica. Neste novo modelo, vamos conseguir direcionar as economias obtidas com redução de espaço físico para investimentos em tecnologia de ensino, softwares, treinamento e desenvolvimento dos professores e aplicação de novos modelos de ensino-aprendizagem. Com ferramentas de inteligência artificial, o processo de aprendizagem será muito mais personalizado, de acordo com o perfil, momento de carreira e interesse do aluno”, explica a diretora acadêmica. “O aluno ganha ainda mais autonomia para construir sua trilha de aprendizado.” Além disso, terá toda a conveniência de organizar o seu cronograma de atividades sem ter de, necessariamente, estar num local em determinado horário.

Renata lembra que os meses de pandemia serviram como experiência para ratificar princípios, acertando as dosagens do aprendizado por streaming, ao vivo, e estimulando também uma série de recurso de aprendizagem online nos quais os alunos podem participar de games de aprendizado, revisar conteúdos, interagir com colegas. A escola também está lançando um novo cronograma de cursos que fazem parte da aliança internacional entre Trevisan, London School of Business and Finance e London Academy of Trading. Os cursos são oferecidos na modalidade online e com bolsas de estudo parciais para alunos brasileiros.

Renata explica que a ausência de contato presencial será compensada com uma metodologia virtual que estimula a interação com professores e entre colegas, além de encontros pontuais que farão parte do novo modelo. Quanto aos seus profissionais, a Trevisan vai manter um modelo de home office até o final do ano, mas pretende montar um escritório a partir do momento em que as condições sanitárias permitirem. As equipes já estão vivenciando desde março um modelo de trabalho remoto.

A partir de agora, a Trevisan vai readequar seus contratos de trabalho a este novo formato, oferecendo todas os recursos e condições para que possam desempenhar com qualidade as suas funções. As equipes administrativas ficarão alocadas neste escritório, em um regime de trabalho mais flexível, alinhado com os novos tempos. Mas, permitindo que as atividades que funcionem melhor no presencial aconteçam, na medida em que sejam também estratégicas ao desenvolvimento dos alunos.

Sobre Trevisan Escola de Negócios

Estabelecida em 1983, a Trevisan é a única Escola de Negócios do Brasil que teve origem a partir de uma empresa, a Trevisan Auditores e Consultores. Assim, ao longo de sua história, a Trevisan Escola de Negócios consolidou a sua experiência na formação de profissionais altamente capacitados para a gestão de negócios, com professores muito experientes e que proporcionam em sala de aula um ambiente que simula o meio empresarial. A Trevisan integra o mundo corporativo com o acadêmico por meio do desenvolvimento de executivos de sucesso nas mais diversas áreas de atuação, com cursos de graduação, pós-graduação, MBA, educação executiva, cursos internacionais, educação a distância e in-company.